Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
EVENTO
4 de maio de 2017

A confiança influencia o poder de uma instituição?

Rodolfo Araújo explica como o valor da confiabilidade implica em uma organização
Por Victor Eduardo SIviero e Amanda Caselli
Rodolfo Araújo abordou a confiança social em instituições (Foto: Júlia Brasil)

Rodolfo Araújo abordou a confiança social em instituições (Foto: Júlia Brasil)

O auditório da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS recebeu, no dia 2 de maio, o jornalista Rodolfo Araújo para a palestra O Valor da Confiança e o Desafio do Comunicador. Apresentado pela professora Raquel Boechat, o evento fez parte do cronograma especial em comemoração aos 50 anos do curso de Relações Públicas (RP).

Formado pela PUCSP, Araújo atualmente trabalha na Edelman Significa, considerada a maior agência de Relações Públicas do mundo. Como líder das unidades de Estratégia e Atitude de Marca, bem como Inteligência e Insights, o palestrante abordou assuntos relacionados à confiança social em instituições – como Petrobras, Microsoft e entidades ligadas ao governo. O estudo responsável por medir o nível de confiabilidade é o Trust Barometer, desenvolvido a partir de 33 mil entrevistas realizadas em 28 países. O projeto, idealizado em 2001, é aplicado todo ano pela empresa.

De acordo com o jornalista, confiança é um indicador social que está relacionado ao que os indivíduos sentem – conforme cresce o sentimento de segurança, maior a atração pelas instituições. Ele afirma que a falta de contato dessas entidades com a população gera uma desconexão e uma ruptura, sendo um dos possíveis fatores do declínio de credibilidade nacional em tais organizações desde 2010. “Essas organizações não falam a língua dos cidadãos. O Brasil é um dos países que menos confia no governo, atrás apenas de Polônia e África do Sul”, afirma. Ainda nessa perspectiva, Araújo aponta que a área da comunicação tem como tarefa quebrar essas inseguranças e explica que as ferramentas de busca – mídias tradicionais, online e redes sociais – possuem, atualmente, o maior índice de confiabilidade.

O ministrante destaca que, a partir das pesquisas, foi possível constatar que a corrupção é o principal receio da sociedade em relação às instituições. Logo em seguida aparece a globalização, em razão de propiciar uma ampla integração política entre as nações, podendo ocasionar interferências dentro do país. “Os medos pioram o sistema, pois, como consequência, a confiança tende a diminuir. A partir disso, surgem pessoas que se intitulam porta-vozes de uma suposta minoria, a fim de confrontar tais aflições”, salienta.

Ao final do evento, Araújo exemplificou algumas atitudes que comprometem a confiança nas instituições. Ele explicou que a cobrança em excesso por produtos considerados essenciais na vida das pessoas, a redução de custos diminuindo empregos, piorando a qualidade dos produtos e limitando benefícios de funcionários são ações prejudiciais ao desenvolvimento e credibilidade das companhias. “É preciso falar com as pessoas e não para elas. Temos que participar bem mais dessas entidades, não se pode perder o poder de valorização”, finaliza.

 

 

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org