Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
COMUNICAÇÅO
17 de novembro de 2015

Apenas 8% dos jovens brasileiros leem jornais e revistas

Pesquisa 18/34 revela que jovens se interessam mais por internet do que por impressos
Por Ana Paula Abreu
 Regiões Sul e Sudeste foram as que registraram menor índice de interesse pela leitura (Foto: Letícia Monteiro)

Regiões Sul e Sudeste foram as que registraram menor índice de interesse pela leitura (Foto: Letícia Monteiro)

O projeto 18/34, elaborado pelo Núcleo de Tendências e Pesquisa, do Espaço Experiência da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS, pesquisou ideias e aspirações do jovem brasileiro. Um dos objetivos da pesquisa foi investigar hábitos de mídia e lazer dos públicos pesquisados (jovens com idades entre 18 e 34 anos).

No total foram entrevistados 1,5 mil jovens, representantes das cinco regiões do país. Na região Sul, 218 responderam à pesquisa, que continha 35 perguntas sobre dados básicos, hábitos de lazer e consumo, sonhos e mídia.
Um dos questionamentos foi quais atividades o jovem realiza com mais frequência. Entre as opções, estavam: acessar redes sociais, buscar informações e/ou notícias na internet, jogar em apps e/ou games, ouvir música, assistir TV, praticar esportes, ir a restaurantes e ler jornal/revista.

Os resultados da avaliação comportamental foram os seguintes: 72,7% dos jovens brasileiros acessam a internet, e apenas 8% leem jornais e revistas. Rádio, televisão e revistas são os ítens menos utilizados.
As regiões Sul e Sudeste apresentam menor interesse em busca por informação (42,7% e 44,8% respectivamente) comparado a outras regiões. Enquanto o maior índice de busca por informações está nas regiões Cetro-Oeste (51,3%), Norte (56,3%) e Nordeste (50,8%).

O professor da Famecos Tibério Vargas comenta estes dados. “Esta é uma preocupação recorrente, que vem detectando a falta de adesão dos jovens para a leitura. Acredito que não há como concorrer com a internet. Não se sabe até que ponto este será um rito de passagem”. Vargas acredita que banalizar jornais e revistas faz com que se perca o leitor atual. “Quando a pessoa não lê algo é porque aquela leitura não diz respeito a ela, e não é atrativa o suficiente. Não se deve banalizar a leitura”.

Ele observa que a Geração Y é fissurada pela internet e por séries, mas não deixa de ler livros, pois estes são mais atrativos que jornais e revistas. “As tentativas e ferramentas de atrair os jovens para jornais são falhas. Devemos incentivá-los a ler o que querem ler”. O hábito da leitura é o principal ponto que deve ser observado e incentivado. “Quem adquire este hábito passa a ler de tudo, seja na internet, seja em impressos. Os jornais, muitas vezes, não apresentam o que é interessante para o jovem. Há 20 anos, se dizia que o jornal impresso seria elitista, e hoje vemos uma grande quantidade de jornais populares. Isso significa que o mundo, as pessoas, as questões e as verdades mudaram”.

Tag(s) da matéria: , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org