Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
COMUNICAÇÃO
6 de abril de 2016

CAAP debate papel da mídia no atual cenário político

Professores Antonio Hohlfeldt, Celso Schröder e Juremir Machado foram convidados para o evento
Por Nicolle Timm
Auditório do prédio 7 estava lotado na noite dessa terça-feira (5) (Foto: Luísa Zelmanowicz)

Auditório do prédio 7 estava lotado na noite dessa terça-feira (5) (Foto: Luísa Zelmanowicz)

Na noite dessa terça-feira (5), às 19h30, o Centro Acadêmico Arlindo Pasqualini (CAAP) da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS promoveu o evento Pilares da Democracia. Com o auditório lotado, três professores da Famecos conversaram com os estudantes sobre o papel da mídia na atual conjuntura política do Brasil. Antonio Hohlfeldt, Celso Schröder e Juremir Machado da Silva foram os convidados a participar do debate devido às suas experiências na área.

Lucas Leffa, integrante da atual gestão do CAAP, foi o mediador. Ele iniciou com a leitura de uma carta aberta escrita pela gestão sobre suas reflexões acerca do que está acontecendo no país. O evento foi dividido em três blocos. O primeiro teve como proposta a análise de mídia, o segundo, a democratização da mídia e, por fim, o último abordou a análise de conjuntura.

“É difícil entender os acontecimentos de agora se não vermos o que houve antes”, disse Hohlfeldt. Para o professor, o Partido dos Trabalhadores (PT) estimulou um imaginário, que se desenvolveu e se rompeu através do próprio partido. Ele ressaltou que as coberturas entre os jornais no Brasil são diferentes e que, por isso, não se pode falar que a mídia é a responsável pelo rompimento.

O professor Schröder avaliou o atual momento do país como muito grave e afirmou que a mídia é manipuladora na sua natureza. Ele destacou que a imprensa e o jornalismo são fundamentais, principalmente porque o que está sendo reproduzido no Brasil é um jogo perigoso de opiniões. Schröder explicou que hoje as empresas de mídia tomaram conta do que é produzido nos jornais, como se fossem proprietárias do conteúdo que veiculam. “A natureza pública desse produto deve ser preservada”, disse.

Segundo Juremir, o Brasil está vivenciando algo inusitado. Para ele, a mídia está dividida entre os que desejam derrubar o PT, os que não querem e os que são pluralistas. “Vocês que escolheram entrar nessa profissão vão sofrer pressões”, afirmou, complementando que os jornalistas têm, acima de tudo, o partido de se comprometerem com o que acham que é a verdade.

Juremir analisou a conjuntura política afirmando que a destituição de Dilma Rousseff ainda pode ser impedida por não haver crime de responsabilidade legal. O professor lembrou que Temer seria o terceiro presidente do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) a ser eleito indiretamente, depois de José Sarney, que assumiu após a internação de Tancredo Neves, e de Itamar Franco, que ocupou a posição de Fernando Collor após o impeachment.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org