Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
EVENTOS
26 de outubro de 2011

Cine Debate aborda a liberdade sexual

Por Júlia Franz

A homossexualidade foi pauta do mais recente evento organizado pelo CAAP (Centro Acadêmico Alberto Pasqualini). Nesta terça-feira, 5 de outubro, na sala Arena da Famecos, ocorreu o Cine Debate contra a opressão. O filme escolhido para tematizar o bate-papo foi Milk, que conta a vida de Harvey Milk, primeiro homossexual assumido a ser eleito para um cargo público da Califórnia. O debate contou com o coordenador do curso de jornalismo da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS, Vitor Necchi, e o ativista da ONG Nuances, Célio Golin.

O debate girou em torno da abordagem feita pela mídia sobre a questão homossexual. Segundo Necchi, a mídia é preconceituosa, pois é um reflexo do tecido social onde foi fundada: “a comunicação que a sociedade tem é a cara dessa sociedade”, afirma. Foram frisadas, também por Necchi, as formas de representação dos indivíduos que se relacionam com pessoas do mesmo sexo: “O cinema apresenta a homossexualidade de duas maneiras: ou humorísticamente, como caricaturas, ou doentiamente, como uma degeneração. Somente hoje em dia que os gays começaram a ser representados de forma menos agressiva”.

Outro problema levantado pelos debatedores foi que a sociedade está tendo uma postura mais flexível em relação aos gays, porém exige que eles respeitem um padrão estabelecido pelos heterossexuais, como afirma Celio Golin: “as pessoas, de maneira geral, têm tentado aceitar melhor as orientações sexuais diferentes. Porém, há ainda os heteros como ponto de referência de normalidade. Defendem apenas os gays ‘comportadinhos’ e condenam os que fogem dos padrões”.

Em relação aos mais recentes avanços na área LGBT, foi citada a aprovação do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, deferida pelo Superior Tribunal de Justiça. Mas, apesar dos progressos inegáveis a favor do tema, há também o crescimento da homofobia: “temos avanços, mas temos as trevas bem do nosso lado”, afirma o coordenador do curso de jornalismo da Famecos.

Como fechamento do debate, foi questionado pela plateia a verdadeira função da Parada Livre, que ocorre anualmente, há 15 anos, em Porto Alegre. Golin é um dos organizadores do evento e pôde esclarecer as dúvidas dos estudantes: “se questiona a politização da parada por causa do apelo sexual. Isso é extremamente político. Os travestis devem mesmo ficar de peito de fora. O papel da parada gay é chocar. Quando não chocar mais, é sinal de aceitação, e a parada não terá mais sentido”.

Tag(s) da matéria: , , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org