Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
120 ANOS CORREIO DO POVO
9 de outubro de 2015

Disseminação e futuro do jornalismo são abordados em palestra

Jornalistas fizeram reflexão sobre o a profissão
Por Ana Paula Abreu
Jornalistas participaram de palestra na noite te quinta-feira (Foto: Maiara Benincá)

Profissionais do Correio do Povo participaram de palestra na noite de quinta-feira (Foto: Maiara Benincá)

Integrando a semana de comemorações dos 120 anos do jornal Correio do Povo, a palestra E os Próximos 120 anos? O Futuro do Jornalismo encerrou a noite de quinta-feira na Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS. Mediada pelo jornalista e professor Juremir Machado da Silva, a noite contou com a presença de Telmo Flor, diretor de redação do jornal, Marcos Santuário, editor de cultura, e Márcio Gomes, coordenador de web.

Os jornalistas discutiram o futuro dos jornais impressos, novas tecnologias e a transformação da profissão ao longo dos anos. Para Telmo Flor, o jornalismo sempre foi questionado quanto a sua duração e, há 30 anos, já havia pessimismo. “Na primeira palestra que eu ouvi sobre jornalismo, nos Estados Unidos, disseram que ele acabaria em cinco anos. Com o surgimento da internet, acreditavam que iria chegar ao fim”. Contou ainda que foi o primeiro na redação do Correio do Povo a usar um computador. “Antigamente, diziam que jornalista não podia usar computador, que era coisa de digitador. Eu e a Rosane de Oliveira fomos os primeiros a realizar um cursinho dentro da redação para aprender a usar”.

Márcio Gomes acredita que a internet complementa o trabalho realizado na parte impressa e que um núcleo precisa do outro. Para ele, o grande desafio é atrair o púbico, que costuma estar o tempo todo conectado a diversas mídias. “No meio de tantos estímulos que a internet tem, precisamos buscar o que é interessante e atraente para nossa matéria online”. Para ele, o grande desafio é mesclar o que os jornalistas acham importante com aquilo que o público quer. “Se na web já é difícil prever os próximos dois meses, nem imagino os próximos 120 anos. Mas independente dos recursos, o importante é contar uma boa história”, afirmou.

Marcos Santuário lembra que também tinha as dúvidas que os estudantes têm atualmente. Hoje acredita que questionar quem fala sobre futuro é importante, pois não há nenhuma certeza concreta, apenas apostas. O jornalista fez quatro reflexões sobre futuro: acredita que estaremos mais conectados, mais informados, mais integrados e cada vez mais globalizados. “Não sei qual o futuro do jornalismo. O que eu sei é que ele tem futuro”, finaliza.

Tag(s) da matéria: , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org