Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
FILHOS DA FAMECOS
18 de dezembro de 2015

“É a concretização de um sonho”

Apresentadora do SBT Carolina Aguaidas se graduou em Jornalismo em agosto de 2006
Por Nicolle Timm
Foto: Lourival Ribeiro / SBT

Carolina Aguaidas é apresentadora do SBT desde 2014 (Foto: Lourival Ribeiro/SBT)

A família de Carolina Aguaidas é composta por três advogados, pai, mãe e irmã. Mas seguir o mesmo caminho traçado por eles não lhe pareceu atraente. Desde cedo, seu gosto por escrever, ler e assistir a telejornais revelou que deveria fazer algo diferente de sua família. Ela não teve dúvida na hora de decidir para qual curso prestaria vestibular. “Fazer Jornalismo sempre foi minha primeira opção. Ainda bem que deu certo”, brinca.

Sua trajetória na área iniciou em agosto de 2002, na Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS. “Lembro com muito carinho. Foram quatro anos muito intensos”, diz, destacando que, nesse período, fez muitas amizades que mantém até hoje. Ela ressalta a relação com os professores, que passaram a ser colegas.

Dois nomes marcaram o início da vida acadêmica de Carolina: os professores João Brito e Luciano Klöckner. Desde o primeiro semestre de Faculdade, trabalhou na RadioFam, laboratório experimental de rádio que contava com a orientação dos dois professores. A jornalista considera os docentes grandes incentivadores. “Foi com eles que aprendi a não usar a expressão não sei. Ou eu sei, ou aprendo e me viro”.

A RadioFam foi o lugar onde conheceu outra grande paixão, além do radiojornalismo. Gustavo Berton era estudante da Famecos e fazia estágio no laboratório no mesmo período em que Carolina esteve lá, mas integrava a equipe do turno da noite. Quando a jornalista foi trabalhar na rádio Band AM 640, em 2004, Berton também foi chamado pela emissora. Eles viraram amigos, namoraram e, em outubro deste ano, completaram dois anos de casados.

Carolina ingressou na Band como produtora e, mais tarde, trabalhou como repórter. Em 2006, fez estágio no Clic RBS até próximo de sua formatura. Depois, voltou para a Bandeirantes contratada como repórter de rede, responsável por fazer matérias de Porto Alegre para todo o Brasil. Com o retorno do quadro de previsão do tempo no Band Cidade, a jornalista estreou sua carreira no telejornalismo em 2007. Três anos depois, estava trabalhando como repórter no SBT do Rio Grande do Sul. “Com aquele pensamento de ‘não vou dizer que não sei fazer, deixa que eu aprendo e faço’, comecei a fazer matérias que vinham para São Paulo”, conta. A pró-atividade e dedicação garantiram que Carolina tivesse um retorno profissional. Quando surgiu uma vaga para trabalhar na sede da emissora, não pensou muito para tomar uma decisão.

Há três anos, ela reside na capital paulista. Aos 31 anos, é responsável pela previsão do tempo no SBT Brasil e, nos finais de semana, apresenta o Jornal do SBT e o SBT Brasil. Sobre a mudança para a cidade, revela que foi muito rápida e intensa, mas sabia o significado da oportunidade. “Sempre soube que uma experiência em São Paulo era importante. É aqui que tudo acontece”.

Hoje, a apresentadora não se vê fazendo outra coisa. Ela enxerga o veículo como possibilidade de contar e mostrar uma história, surpreendendo as pessoas e ressaltando detalhes. Além disso, a proximidade com o telespectador encanta a jornalista. “A TV tem um espaço na casa das pessoas. Percebo isso na rua, quando alguém me reconhece e elogia meu trabalho”. Carolina se diz satisfeita por saber que tudo o que conquistou foi fruto do seu esforço. “É uma vida que construímos desde a Faculdade”.

Um episódio que aconteceu na sede da emissora foi ter conhecido pessoalmente Sílvio Santos. Ela vê o apresentador como referência e se lembra de ser pequena e assistir a ele na televisão. Carolina conta que quando teve oportunidade de ver Sílvio na emissora, logo depois de um ano trabalhando lá, não perdeu a chance de se aproximar e tirar uma foto. “Ele foi muito acessível. É assim com todos”. A jornalista acredita que quem quiser ter um futuro como Sílvio deve, antes de tudo, saber tratar bem as pessoas.

A Faculdade tem um grande espaço na memória da apresentadora do SBT. “A Famecos me auxiliou a saber o que é um bom jornalista. Aprendi no dia a dia com os professores e isso formou meu perfil profissional”. Para ela, o melhor momento foi o dia da formatura. “Era 5 de agosto de 2006, e todos os anos eu lembro dessa data. É o dia de segurar o diploma e dizer ‘eu sou jornalista’. É a concretização de um sonho”.

**A próxima reportagem da série Filhos da Famecos será publicada na segunda-feira (4). O entrevistado é o jornalista Carlos Guimarães. Ele entrou na Famecos em 1997 e é coordenador de jornalismo e comentarista esportivo da Rádio Guaíba.

Tag(s) da matéria: , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org