Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
JORNALISMO
24 de maio de 2016

Encarte conta história do Viaduto Otávio Rocha

Publicação do jornal Expresso Popular retrata personagens do cotidiano do local
Por Júlia Bueno
(Foto: Luisa Zelmanowicz)

Encarte foi produzido na disciplina de Produção de Jornal (Foto: Luisa Zelmanowicz)

Um encarte especial que conta a história dos 83 anos do Viaduto Otávio Rocha, mais conhecido como Viaduto da Borges, com textos e fotos de que fez e faz o dia-a-dia do local. Tudo começou no início no segundo semestre de 2015, quando um grupo de alunos se propôs a retratar o espaço que se tornou um símbolo de Porto Alegre e é composto por diversos personagens, como os membros da Associação Representativa e Cultural dos Comerciantes do Viaduto Otávio Rocha (ARCCOV) e os moradores de rua.

A proposta inédita de formar o caderno especial A vida que passa surgiu conforme os materiais iam sendo coletados. No início, as fotos contemplavam a contracapa do jornal, mas ao longo do processo a ideia tomou maiores proporções. Alexandre Kupac, Vicente Carcuchinski, Camila Neto e Carolina Lewis, integrantes do grupo, sugeriram então que a reportagem tivesse quatro páginas. Depois do pedido ser aceito, os coordenadores da disciplina os uniram novamente para informar que o número da seção havia sido ampliado para oito.

Kupac conta que a ideia foi despertada pela vontade dele e de Carcuchinski em tentarem explorar mais a fotografia na linguagem do jornal popular, sem deixar de agregar algo nesse vocabulário. Para Kupac, o monumento é “um local tradicional, até meio batido visualmente, mas que tem muita coisa interessante escondida do grande público, ou dos meios em geral”.

O estudante observa que começaram a pensar no número de pessoas que passa por ali e em quantas imagens interessantes circulam no centro da cidade, onde a grande massa da população se desloca todos os dias. “Decidimos que entrar visualmente nos espaços comerciais que tem embaixo da escadaria seria um bom início. Começamos, assim, a nos surpreender com a vivacidade do ambiente dali e a quantidade de elementos que poderíamos explorar para contar a vida que o Viaduto abriga”, ressalta. Ao finalizar, acrescenta que a oportunidade foi interessante e que contar com a supervisão e dicas dos professores fez a diferença.

Camila, responsável pela parte textual junto com Carolina, salienta a importância de ir para rua. “Me senti jornalista ao falar sobre as pessoas que se tornam invisíveis no nosso dia a dia. Fiquei feliz com o que eu estava fazendo. Dar voz para alguém que todo mundo prefere não escutar ou fingir que não está ali é fantástico”, constata. Ela lembra a importância do apoio por parte dos professores que acreditaram sempre no potencial da equipe. Conclui dizendo que falar do jornalismo popular está diretamente ligado com a procura por pessoas que precisam, de fato, daquele lugar.

O Expresso Popular é um periódico elaborado na disciplina de Produção de Jornal e tem como coordenadores os professores da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS, Fábian Chelkanoff, Elson Sempé e Ivone Cassol. Segue a linha editorial popular e exige que os alunos vivam o cotidiano de um jornalista. Os estudantes se dividem em grupos e pensam em pautas possíveis para trabalhar ao longo de um semestre. Elaborar textos, tirar fotos, editar e diagramar são tarefas propostas pelos docentes que auxiliam na realização do projeto.

A professora Ivone fala sobre o crescimento desse tipo de jornalismo nos últimos 10 anos e que o tema escolhido foi uma boa escolha do grupo. “As pessoas não prestam atenção na beleza arquitetônica do Viaduto”, expõe. Para Chelkanoff, o que chama a atenção é o empenho absoluto dos estudantes. “Os alunos entram em sala dispostos realmente a trabalhar. Ver um resultado como esse é uma alegria”, enfatiza. Além disso, o professor acredita que o jornalismo popular é uma forma fundamental para a sociedade se movimentar, pois agrupa diversas classes sociais. “Ele nunca abandonou seu público”, complementa.

 

 

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org