Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
FILHOS DA FAMECOS
11 de dezembro de 2015

“Eu nasci dentro de uma empresa de comunicação”

João Vicente Gallo entrou na Famecos em 1981 para seguir a tradição da família no rádio
Por Júlia Aguiar
(Foto: arquivo pessoal)

João Vicente Gallo comanda a Rádio Difusora, em Bagé (Foto: arquivo pessoal)

Em 1981, João Vicente Gallo entrou na Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS para cursar jornalismo. Mas a história da profissão em sua família não começou quando ele passou no vestibular. Em 1953, o avô dele, Vicente Gallo Sobrinho, criou a Rádio Difusora, em Bagé. Com 65 anos de existência, a emissora é uma marca da família. Após o cuidado do avô e do pai, quem comanda a rádio é João Vicente. Na época da Famecos, os locais favoritos dele eram o estúdio de rádio e o restaurante universitário, onde encontrava amigos de Bagé que também estudavam na PUCRS.

O jornalista considera que a Faculdade foi uma boa fase de sua vida, em que conheceu novas pessoas e deu rumo à carreira. A escolha pelo jornalismo não foi difícil. “Eu nasci dentro de uma empresa de comunicação”. Quando se formou, o jornalista começou a apresentar o programa Jornal da Manhã, na Difusora. A programação passava por mudanças, assim como o país, que saía da Ditadura Militar. “Mudamos toda a programação da emissora, dando ênfase na prestação de serviços, no noticiário local, em entrevistas e abrimos para todos os segmentos da região”. Ele conta que as pessoas começaram a falar na rádio e contar suas histórias. Isso foi uma novidade, pois não existia a interatividade de hoje. Gallo afirma que o mais fascinante do jornalismo é a possibilidade de falar, ao mesmo tempo, e no mesmo dia, com o governador do Estado e com um mendigo que precisa ser ouvido. “O jornalismo torna a sociedade linear”.

Ele define a atividade como um meio de servir à comunidade, seja através do repasse das mais variadas informações práticas do dia a dia, bem como um canal de interligação entre a população e a busca constante de soluções que possam melhorar a vida da comunidade. Por estar a frente de uma marca, a Rádio Difusora, Gallo acredita que os melhores momentos da profissão envolvem o reconhecimento e a credibilidade. Segundo ele, a felicidade do jornalismo é poder ajudar e mudar a vida das pessoas para melhor.

O rádio é central na vida do jornalista. É através dele que a família Gallo está presente na comunidade desde 1953. Para os estudantes, o jornalista revela que o diploma não é o fim do caminho, mas o início de uma longa jornada, sujeita a chuvas e trovoadas. “Hoje, diferente da minha época, o jornalista deve ser multimídia, saber atuar nas mais diversas plataformas, mas sem esquecer do fundamental: ética e imparcialidade”.

**A próxima reportagem da série Filhos da Famecos será publicada na segunda-feira (14). O entrevistado é o jornalista Nando Gross. Ele é gerente geral da Rádio Guaíba e comentarista e apresentador da TV Record-RS. 

Tag(s) da matéria: , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org