Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
JORNALISMO
22 de janeiro de 2013

Ex-alunas da Famecos atuam em blog de notícias internacionais

Renata Galvão e Fernanda Morena escrevem sobre África do Sul e China, respectivamente
Por Maria Polo
Fernanda conversou com alunos do Espaço Experiência, no ano passado (Foto: Felipe Nogs)

Fernanda conversou com alunos do Espaço Experiência, no ano passado (Foto: Felipe Nogs)

Renata Galvão e Fernanda Morena são ex-alunas da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS. Ambas são correspondentes internacionais e estão trabalhando em um novo projeto. O blog Por Dentro dos Brics é uma plataforma de informações sobre os países do grupo, feito por jornalistas que vivem esta realidade.

Por Dentro dos Brics surgiu de uma ideia do jornalista Sandro Fernandes, que buscou correspondentes no Brasil, na Rússia, na Índia, na China e na África do Sul em 2012. “Foi um ano de muitos e-mails para decidir nome, dinâmica e tudo mais”, conta Renata. A maior parte dos blogueiros não se conhece pessoalmente. “Esses dias mesmo a Renata mandou um email com um questionário, para sabermos mais sobre o outro. Virou piada, pois parecíamos ter 10 anos de novo e falando de quem a gente gostava”, brinca Fernanda.

De acordo com a descrição do blog, eles pretendem lançar um olhar brasileiro, emergente, sobre países também emergentes, evitando apenas reproduzir o olhar das grandes agências de notícias internacionais. Os Brics têm atenção especial de jornalistas. “É um grupo importante de nações que estão mudando a geopolítica internacional”, explica Fernanda.

Fernanda Morena ressalta que a China é o maior parceiro comercial brasileiro, um dos mais importantes destinos para os negócios, um propulsor do crescimento econômico, o país mais poluidor do planeta e o país com o maior número de internautas do mundo. Com um sistema político cheio de peculiaridades, a China afeta a realidade internacional. “O aumento da classe média e dos salários chineses resulta em maior consumo. Isso é importante para o Brasil, que é exportador de miúdos e de soja, o que aumenta os preços da ração animal e os valores das commodities, e por aí vai. De alguma forma, tudo que acontece aqui afeta o mundo”, acredita.

Para Renata Galvão, o “legado” da Copa do Mundo no país sul-africano deveria ser um exemplo para o Brasil, pela semelhança entre as duas economias. Ela conta que apesar de a infraestrutura nas cidades ter melhorado, o número de moradores de rua aumentou, assim como o desemprego depois do término do evento. “Sem falar do rombo na economia do país que os elefantes brancos – estádios construídos para a copa – trazem até hoje. Projetos de segurança pública e de combate à pobreza aconteceram antes e durante a Copa, a negligência voltou depois que o mundo não centrava mais atenção na região”.

Para futuros correspondentes, Renata acredita que é importante fazer de tudo. “Você precisa ser repórter, editor, fotógrafo, etc”, aconselha. Fernanda acredita que se preparar é o fundamental. As jornalistas afirmam que algumas dificuldades do trabalho são entender o que é pauta no Brasil e se desvencilhar dos preconceitos.

Sobre as jornalistas

A ex-aluna da Famecos Fernanda Morena tem 28 anos, formou-se em 2007, e sempre quis ser correspondente internacional. “Adoro estudar idiomas e viajar. Fiz faculdade de Letras, inclusive”, conta. Em 2004, quando entrou na Famecos, Fernanda já falava inglês e francês fluentemente. Seguindo um conselho do pai, resolveu estudar mandarim. Após fazer um estágio no jornal Hoje Macau, na China, mudou-se para Pequim. “Queria um emprego nas Olimpíadas”, afirma. Acabou escrevendo para o jornal Correio do Povo e, depois disso, nunca mais parou de trabalhar com jornalismo na China.

Renata Galvão

Renata procura escrever matérias que considera de importância social (Foto: Acervo Pessoal/Renata Galvão)

Fernanda trabalha como correspondente do portal de notícias Terra, stringer da BBC Brasil e escreve para revistas como freelancer. Além disso, é produtora executiva do Festival Brapeq de Cinema Brasileiro na China e tem uma coluna semanal na rádio Minima FM. Ela conta que sua cobertura mais interessante foi a visita da presidente Dilma, em 2011. “Foi a primeira vez que eu fiz algo do tipo. Perdi duas matérias por não ter sido rápida o suficiente. Descobri que deveria, enquanto as coisas aconteciam, passar um texto simples para os meus editores do meu celular mesmo. E à noite sentar, desenvolver melhor e mandar as fotos. Foram 20 horas de trabalho diárias. E foi muito interessante para mim, uma guria nova e total foca, estar no meio dos maiores jornalistas brasileiros de política”, entusiasma-se.

Renata Galvão, 22 anos, não chegou a se formar na Famecos. Ela interrompeu o curso no 6º semestre para se mudar para África do Sul  – ela pretende se formar no fim do ano pela Universidade da África do Sul (Unisa) – ao conseguir um estágio na revista The Big Issue South Africa. Ela sempre quis trabalhar na África. “Quando comecei a estudar jornalismo, deixei o sonho de vir para o continente africano um pouco de lado. No meu penúltimo ano de faculdade, percebi que já estava há um bom tempo trabalhando e que nunca tinha viajado.” Renata, então, deixou a vida brasileira e partiu para África do Sul. Hoje trabalha em uma empresa de marketing local, continua colaborando com a The Big Issue South Africa e no blog Por Dentro dos Brics.

“Posso estar errada, mas acredito que jornalista que cobre fatos que envolvem dor humana precisa crer que o papel dele é importante na sociedade, que ele desenvolve um trabalho que pode ajudar os outros. Caso contrário, nos sentimos como um urubu atrás de tragédia”, desabafa. Renata conta sobre uma reportagem investigativa que fez sobre escravidão moderna na África do Sul. “O que mais me doeu foi quando uma moça que foi escravizada – trabalhava oito horas por dia por 40 reais por mês – me disse que ela não merecia coisa melhor do que isso, pois ela era refugiada e sem educação”, conta.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org