Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
2 de dezembro de 2013

Fabio Canatta de Souza

Foto: Cassiana Martins/ Famecos/ PUCRS

Foto: Cassiana Martins/ Famecos/ PUCRS

O acaso e as surpresas fazem parte de seu currículo.

Ele queria ser veterinário. Mas acabou matriculado em um curso de jornalismo. Na faculdade, suas preferências eram para a mídia impressa, fotografia e até rádio. Tudo, menos telejornalismo. Pois acabou trabalhando em TV. Quando foi convidado a lecionar, reagiu com surpresa: “Como assim, dar aula? Eu não sou professor”.

Fabio Canatta de Souza descobriu que um professor também pode ser inventado. Ele lembra: “A Mágda Cunha (na época, diretora da Famecos) fez uma frase que me marcou: ‘Canatta, eu não era professora e um dia alguém me inventou professora. Então, agora, eu vou te inventar professor’. E me inventou professor”.

Canatta nasceu no dia 5 de agosto de 1979, em Porto Alegre. Sua tentativa de cursar Medicina Veterinária esbarrou no vestibular da UFRGS. Não passou. “Felizmente”, diz hoje, atribuindo ao revés a oportunidade que teve de repensar a escolha profissional. Quando começou a fazer cursinho, percebeu que não gostava de biologia e das ciências exatas, mas sim de literatura e humanas. Através de uma orientação vocacional, chegou ao jornalismo. “Eu não sabia exatamente o que fazia um jornalista na época”, confessa. Acabou se inspirando em um professor  de literatura, que também era jornalista, para prestar seu segundo vestibular. Passou na PUCRS. “Eu acabei acertando, mas poderia ter errado, porque foi uma escolha muito infantil”, admite. E foi assim que Canatta deu início à sua trajetória na Famecos.

Quando entrou para o curso de jornalismo, tinha certeza de que queria trabalhar com jornal impresso e admitia ser fotógrafo, trabalhar em rádio e uma série de outras coisas. “Até ser caixa de supermercado”, brinca. Menos telejornalismo. “Trabalhar em TV não estava nesta lista. Estava fora. Era uma das coisas que eu não admitia fazer”, afirma. Até que uma professora da faculdade lhe ofereceu sua primeira oportunidade de emprego, na Band. “Mas eu não gosto de TV”, ele alegou. “Fica uma semana. Se não gostar, vai embora”, ela negociou. E esta “uma semana” acabou virando dez anos. Na emissora, teve a oportunidade de exercer todas as funções dentro de uma redação. Entrou como produtor. Saiu como coordenador.

Depois de trabalhar na Band, Canatta foi para o Terra, onde era Editor de Brasil. Lá, esteve à frente de várias coberturas jornalística,s como a ocupação do Complexo do Alemão, a enchente da região serrana do Rio de Janeiro, entre outras. Coordenou a última eleição presidencial, na qual a Dilma foi eleita. Com a implantação do Editorial J, Canatta deixou o portal para dedicar-se integralmente à Famecos. “Quando comecei a fazer TV, achei que ia morrer fazendo TV. Então, eu fui trabalhar no Terra, e achei que ia morrer trabalhando com internet. Porque estava sendo incrível. Hoje acho que vou morrer dando aula”, conta.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org