Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
PREMIAÇÃO
4 de dezembro de 2013

Famecos vence Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo

Marcas da ditadura militar ganharam destaque na categoria Acadêmico
Por Rodrigo Mello
Foto: Cassiana Martins/ Famecos/ PUCRS

Foto: Cassiana Martins/ Famecos/ PUCRS

A Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS venceu pela terceira vez consecutiva o Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo na categoria Acadêmico. Para marcar a trajetória de três décadas, esta edição escolheu o tema “30 anos em busca da verdade e da justiça”, destinada a destacar trabalhos que tenham se distinguido por sua qualidade na abordagem de assuntos socialmente relevantes. O Editorial J, um dos laboratórios do Espaço Experiência, conquistou, entre 18 trabalhos inscritos, a primeira colocação com o documentário Harald Edelstam: o nome da esperança. O terceiro lugar também ficou com a Famecos através da reportagem Infiltrados na universidade, destaque da última edição impressa do Editorial J.

O documentário Harald Edelstam: o nome da esperança recebeu o primeiro lugar. O filme foi produzido pelos estudantes Fernando Bacoff, Bibiana Dihl, Mariana Romagna e Yasmin Luz, com a orientação dos professores Marco Villalobos, Ivone Cassol, Fábio Canatta e Paula Puhl. Segundo Villalobos, a obra é uma homenagem ao embaixador sueco que dá nome ao projeto e que foi responsável por salvar centenas de vidas durante golpe militar no Chile. “O cara foi um exemplo de solidariedade. Salvou vários brasileiros e uruguaios que foram se exilar no Chile até que o golpe estourou e os estrangeiros começaram a ser perseguidos. Queríamos fazer essa homenagem, até porque ele faria cem anos em 2013”, conta Villalobos, acrescentando que o filme foi feito por meio de entrevistas com pessoas salvas pelo embaixador.

As alunas Anna Cláudia Fernandes e Thamiris Mondin  (8º e 4º semestre) também se destacaram na premiação. Ficaram em 3º lugar com a reportagem Infiltrados na universidade, que traz o relato de um ex-agente do DOPS/RS (Departamento de Ordem Política e Social) que espionava os universitários e reproduzia documentos para o sistema da repressão militar. A partir do relato do ex-agente, a matéria traz depoimentos de ex-estudantes que conheciam o agente infiltrado. “A ideia de fazer a matéria foi mostrar que as universidades também estavam suscetíveis à repressão”, diz Thamiris. “O prêmio é relevante porque reforça a memória e coloca em debate temas como este”, ressalta Anna Cláudia. “Sensibilizar os alunos é o prêmio mais importante que temos”, afirma Villalobos.

O trabalho classificado em segundo lugar foi o trabalho A educação de Pinochet, de Daniel Piassa da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A cerimônia de entrega do XXX Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo acontece no dia 10 de dezembro, às 20 horas, no auditório da OAB/RS, e é promovida pelo Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS) e Secretaria Regional Latino Americana da UITA – União Internacional dos Trabalhadores na Alimentação, Agricultura e Afins – com o apoio da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do RS (ARFOC/RS)  e da ARFOC/Brasil.

Confira as partes 1 e 2 do documentário Harald Edelstam: o nome da esperança:

Parte 1

Parte 2

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org