Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
COMUNICAÇÃO
20 de maio de 2016

Ibope constata que cresceu o índice de leitura entre jovens

Pesquisa revela que jovens entre 11 e 13 anos são os que mais leem por gosto
Por Júlia Bueno
Cresce índice de leitura no Brasil (Foto: Joana Berwanger)

Cresce índice de leitura no Brasil (Foto: Joana Berwanger)

Os jovens entre 18 e 24 anos estão aumentando o seu percentual de leitura. A constatação está na 4ª edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil feita pelo Ibope e foram revelados esta semana em São Paulo. Para o instituto, é leitor quem leu, inteiro ou em partes, pelo menos um livro nos últimos 3 meses.

Os dados revelam ainda que as principais motivações para ler um livro são questões como gosto, atualização cultural, distração, motivos religiosos, crescimento pessoal, exigência escolar, atualização profissional e exigência do trabalho. Jovens entre 11 e 13 anos são os que mais leem por gosto (42%), seguidos por crianças de 5 a 10 anos (40%).

Para o professor da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS, Antônio Hohlfeldt embora a pesquisa expresse numericamente um avanço, ela apresenta em termos percentuais um crescimento muito pequeno. Para ele, a coleta de dados é muito relativa.

“Não adianta falar em quantidade de leitura e não em qualidade”, observa.

Hohlfeldt atenta para a responsabilidade da escola em estimular a leitura como forma de prazer em vez de torná-la obrigatória. Ao citar o escritor Marcel Proust, ainda chama a atenção para o fato de que esse hábito requer um lugar específico, luz e, principalmente, concentração.

“Um livro permite viajar sem sair do lugar e do tempo. Ele possibilita conversar com o autor mesmo não estando na frente dele”, constata.

Ao mencionar os textos longos, utilizados no jornalismo on-line, observa que eles ajudam na leitura complementar, apesar de facilitarem a dispersão do leitor.

Já para o também professor da Famecos, Ilton Teitelbaum o índice de leitura de conteúdo tem aumentado muito em decorrência da internet. O acesso à literatura atualmente é mais amplo por conta dos e-books. Sobre a pesquisa, o professor diz que a notícia é boa. O resultado significa que os jovens estão mais curiosos e ávidos por informação. Ainda assim, “o consumo cultural é muito baixo no Brasil, mas se o mercado editorial está crescendo, devemos ficar contentes.”

A estudante do 3˚ semestre de Relações Públicas da Famecos, Luiza Feil, comenta que passou a adquirir mais livros depois que entrou na faculdade e que sempre foi incentivada pela mãe. Para ela, a leitura ajuda no poder de persuasão e na formação de opinião. Acredita que melhora a comunicação com o próximo e que o livro físico é insubstituível. “Poder cheirá-lo e folheá-lo estimula a prática e permite sensações”, conclui.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org