Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
FAMECOS+
24 de abril de 2015

Jornalismo popular e Classe C são destaques de curso

Inscrições devem ser feitas até dia 4 de maio; aulas se iniciam dia 9
Por Rafael Timm
Foto: Joana Berwanger/Famecos/PUCRS

Foto: Joana Berwanger/Famecos/PUCRS

Jornalismo popular difere do tradicional em relação ao texto, à forma como o fato é transmitido para o leitor, ao público-alvo e ao tipo de matérias que ele reproduz. A Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS promove o curso de extensão Como falar com a maioria – Jornalismo popular e comunicação com a Classe C, para detalhar esse segmento do jornalismo. As inscrições acontecem até o dia 4 de maio, no site. As aulas ocorrem durante os sábados, das 9h às 11h30min, e se iniciam dia 9. O investimento é de R$ 444. Alunos e diplomados PUCRS têm condições especiais.

“O texto do jornalismo popular é diferente. Ele não narra, ele explica”, analisa o jornalista Alexandre Bach, ministrante do curso. A certeza de que a transmissão da mensagem foi clara é muito importante para o jornalista que produz matérias para esse segmento. Para Bach, ex-editor-chefe do Diário Gaúcho, onde atuou por 15 anos, a repetição de palavras, por vezes rechaçada do jornalismo tradicional, tem espaço no popular. Segundo o jornalista, é um artifício para transformar a absorção da leitura mais fácil. ”Os leitores não têm hábito de ler. Então, o texto precisa ser simples, claro, explicativo e explícito”.

As pautas propostas tentam ser mais próximas possíveis da vida do leitor. “Assuntos comunitários, ligados ao poder público, polícia e entretenimento são exemplos de matérias”, cita Bach. O Diário Gaúcho é o jornal mais lido de Porto Alegre e da Região Metropolitana. Segundo ele, um dos motivos para o sucesso é que o público dos jornais populares não se sente representado no jornalismo tradicional devido ao tipo de pautas produzidas. O jornalismo para a classe C trabalha com as necessidades do dia a dia de público-alvo. “O jornal representa o cidadão realizando a cobrança ao poder público”, afirma.

O curso é divido em quatro módulos: o popular, a gênese editorial, a reportagem e imagem e linguagem. Para falar sobre fotografia, o curso terá a participação do ex-editor de Fotografia do Diário Gaúcho André Feltes. Outro ponto importante salientado por Bach é que o jornal tem que causar impacto. “É necessário para que o leitor pare e compre a edição”, justifica. Sobre afirmações que algumas vezes o jornalismo popular pratica o sensacionalismo, Bach rejeita. Diz que é uma visão antiga. “O impresso divulga informações policiais com mais espaço, por exemplo, porque faz parte do cotidiano do leitor. É uma crítica elitista”, considera. A coordenação do curso é do professor da Famecos Alexandre Elmi.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org