Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
YES, WE CAST!
26 de novembro de 2009

Núcleo de Áudio produz podcast com Mr. Pi

Por Rodrigo Pizolotto
Mr. Pi é o convidado da vez no Yes, We Cast!

Mr. Pi é o convidado da vez no Yes, We Cast!

A sexta-feira, 23 de outubro de 2009, foi especial para os estagiários do núcleo de Áudio do Espaço Experiência. Sob a tutela e apresentação do coordenador Ticiano Paludo, eles produziram um podcast, entrevistando o comunicador e músico Everton Cunha, que atende pelo nome artístico de Mr. Pi. O radialista é responsável pela locução do programa Pijama Show, da Rede Atlântida, cuja audiência é uma das maiores do Rio Grande do Sul.

Sob o ritmo da voz grave e marcante do entrevistado, a gravação foi iniciada em uma adaptação da tradicional abertura do Pijama Show para a versão Famecos. Nesse tom descontraído, a entrevista foi se desenvolvendo com abordagens variadas.

Mr. Pi debateu, no início, sobre as novas tendências do rádio. Mais especificamente, ele ressaltou o perigo em que os indivíduos se encontram nos dias de hoje, tanto em gravações de áudio quanto nas redes sociais online. “Uma vez, no Twitter, fiz uma postagem onde escrevi uma palavra de forma errada. Imagina quantos internautas me tiraram para ignorante? Precisamos ter um cuidado com o que vamos falar”, contou. Ticiano salientou posteriormente que, apesar da existência da chamada convergência das mídias, onde vídeo, áudio e impresso ficam interligados, o grande fetiche do meio radiofônico segue sendo a voz e a locução peculiares de cada radialista, e não a imagem. A importância da autenticidade e naturalidade de um comunicador também constituiu um dos temas do programa. “As pessoas devem ser naturais acima de tudo. A autenticidade surge a partir da naturalidade”, afirmou Mr. Pi.

O auge da discussão ocorreu ao final da gravação, quando o apresentador questionou a opinião do locutor do Pijama Show sobre os movimentos musicais e os rumos que a música tem tomado nos últimos tempos. “Podem achar que eu estou louco. Mas o movimento Emo pode salvar os tempos atuais. A razão reside justamente na existência desta militância”, respondeu o entrevistado. Ele explicou que, na década de 70 tivemos a ideologia “Sexo, drogas e rock`n`roll”. Nos anos 80, a briga foi por motivos políticos, em prol da democracia. Dos anos 90 até hoje, há um vácuo na linha do tempo destes movimentos juvenis. “Hoje em dia, cada vez mais temos menos conteúdo e mais forma. Na música, por exemplo, um cara bonitinho pode fazer sucesso mesmo sem saber tocar uma guitarra”, completou.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org