Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
FILHOS DA FAMECOS
25 de setembro de 2015

“O que temos hoje foi construído a partir da Famecos”

Casados há 25 anos, Antônio e Vera se conheceram na Faculdade
Por Júlia Aguiar
(Foto: arquivo pessoal)

Vera e Antônio Bavaresco em Atlantic City, nos Estados Unidos (Foto: arquivo pessoal)

Em noite de show do Paralamas do Sucesso, Antônio e Vera Bavaresco começaram sua trajetória como parceiros de vida. Eles gostam da palavra destino. Não é para menos. Os dois se conheceram na Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS e estão casados há 25 anos. No dia 17 de agosto de 1986, Vera se formava em Publicidade. Antônio, em Jornalismo. Sentados lado a lado na casa localizada na Zona Sul de Porto Alegre, o casal reviveu sua história numa terça-feira, durante uma noite de inverno. “O que eu e o Antônio temos hoje foi construído a partir da Famecos”, diz Vera.

Por algum tempo, os dois viveram de desencontros. No início, Vera escolheu o Jornalismo. O casal foi colega nos dois anos que formavam o básico – disciplinas ministradas em salas do tipo auditório, com todos os alunos da Comunicação. Mesmo colegas, não eram próximos. “Eu sabia que ele era meu colega. No meio daquele monte de gente, eu o via”, lembra. Os dois eram, e ainda são, agitados e corajosos. Portanto, realizaram estágios desde cedo. Vera conta que não parava em casa. Gostava de escrever e fazia cursos para aprimorar o texto. O gosto pela escrita foi um dos motivos que a levou a escolher o Jornalismo em primeiro lugar. Depois, mudou para Publicidade e Propaganda.

Antônio cursou Letras antes de ir para o Jornalismo. Queria ser professor de inglês, mas desistiu e resolveu buscar um futuro na Famecos. O que ele não imaginava era encontrar não só uma profissão, mas uma amiga e mulher para dividir todos os dias da vida.

Uma vez, nem se cumprimentaram em um ônibus. Em outra ocasião, em Tramandaí, arriscaram um tímido “oi”. Por um tempo, os dois foram mesmo assim: meros conhecidos. Depois do encontro na praia, quando as aulas voltaram, o pai de Vera decidiu emprestar o carro para ela. “Ele nunca me emprestava o carro. Naquele dia, nos encontramos no saguão, e o Antônio me ofereceu uma carona. Eu disse: ‘to de carro!’. Coitado. Não dava sorte”, brinca Vera. Ali, começaram a se aproximar.

Ele tinha um bar, que foi utilizado para uma festa da Faculdade. Lá, Vera percebeu a atenção especial que o colega reservava a ela. Os dois trocaram telefones fixos – ainda não havia smartphones. “Ele me ligava e nunca me encontrava em casa. Até que um dia, cansado, resolveu ir na Faculdade de noite para me visitar. Eu não tinha ido na aula! Muito azar”. Algumas amigas de Vera avisaram que Antônio estava atrás dela, então, a publicitária decidiu ir ao bar do colega, depois de um show do Paralamas do Sucesso. E começaram a construir o que seria uma parceria de 25 anos.

Apesar dos cursos diferentes, o casal tem trajetórias parecidas. Os dois integraram a Comissão de Formatura juntos. Sobre esse episódio, contam alguns acontecimentos inusitados. Na montagem do discurso, foi promovido um concurso para selecionar apenas um. Mas a comissão sintetizou trechos de todos os textos em um. “Inesquecível”, define ele. Vera era chamada de Xuxa na Faculdade, pois usava um casaco psicodélico. “Quando fui chamada na formatura, todos os meus colegas começaram a gritar ‘Xuxa! Xuxa!’ e meus pais não entenderam nada, pensaram que estavam me chamando de bruxa!”. Sobre a fase final da Faculdade, Antônio lembra que produziu uma fotonovela com seu colega Luís Dill. “Nosso projeto de jornal não foi convencional. Nós fizemos uma montagem de fotos em laboratório, foi histórico. Algo muito moderno para a época”.

“Na Famecos, a gente conhece pessoas de todos os lugares e constrói laços muito fortes. E as boas e grandes amizades ficam”, comenta Vera. A filha do casal, Mariana, decidiu cursar Jornalismo na Famecos. A mãe foi uma grande apoiadora, pois considera uma Faculdade muito boa, que sabe unir teoria e prática. Quando foi matricular a filha, ao subir a escada, um filme passou pela sua cabeça. “Meus olhos se encheram d’água. Quando subi a escada, senti o cheiro da Faculdade. É o mesmo. Parece que tudo que eu vivi lá voltou muito forte. Eu espero que a minha filha seja feliz como eu fui neste lugar”. Para Antônio, o grande diferencial dos alunos da PUCRS é o preparo e a isenção. Eles estão muito bem preparados. Sabem que não se pode deixar questões pessoais afetarem a notícia. “A principal função do jornalista é a busca pela verdade”.

Confira o vídeo gravado com os Filhos da Famecos Antônio e Vera Bavaresco.

**A próxima reportagem da série Filhos da Famecos será publicada na sexta-feira (2). A entrevistada é Claudia Schroeder, que se formou em Publicidade e Propaganda no ano de 1996. Claudia entrou no mercado de trabalho logo no segundo semestre da Faculdade, quando ganhou o prêmio de melhor peça gráfica no 5˚ SET Universitário. Por ser a vencedora, Claudia recebeu um estágio na agência SL&M. Hoje, ela é diretora de Criação da Selling – Outlier Thinking.
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org