Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
120 ANOS CORREIO DO POVO
5 de outubro de 2015

Oficina reúne profissionais e estudantes

Primeira oficina dos 120 anos de Correio do Povo tratou de reportagens e correspondentes
Por Laura Franco
Oficina "Reportagem e rede de correspondentes"

Luciamem Winck, Paulo Mendes e Veridiana Dalla Vecchia foram os oficineiros (Foto: Maiara Benincá)

“Deve se olhar com o coração para achar a matéria. A pauta pode estar na história despercebida”. É assim que Luciamem Winck, Secretária de Redação e coordenadora de produção do Correio do Povo, comenta a importância de observação para perceber a pauta. Ela falou para estudantes da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS, juntamente de Veridiana Dalla Vecchia, editora de Cidades, e Paulo Mendes, editor e Colunista do jornal. Durante a oficina Reportagem e rede de correspondentes, os jornalistas falaram sobre a organização destes profissionais e como trabalham com as pautas.

Veridiana coordena uma equipe de 19 correspondentes, todos eles no interior do Estado. “O trabalho do correspondente é basicamente solitário. A escolha das pautas é mais diversificada e livre, baseada no recebimento de informações de dentro da cidade que o jornalista reside. Este profissional lida com diversas editorias”. Ela ainda esclareceu que há a possibilidade de um repórter de Porto Alegre se deslocar até o local onde o correspondente está, no caso de acontecimentos mais importantes, desta forma, os dois profissionais se complementam. “Neste momento o trabalho é em conjunto. Quatro mãos são melhores que duas”, acrescentou Luciamem.

A equipe de Luciamem tem 12 repórteres, que atuam em Porto Alegre. Ela define seu grupo com a palavra ‘movimentado’. Contou ainda, para os participantes, histórias de reportagens desenvolvidas por estes jornalistas, em especial, o caso da Boate Kiss. “Recebi a ligação às duas da manhã e fui ligando para todos os meus repórteres e, duas horas depois, dois deles já estavam se deslocando para Santa Maria”. Para ela, o trabalho é muito dinâmico, dependendo sempre da demanda.

Paulo Mendes trouxe o debate sobre uma redação jovem, “Os jornais apostam muito nos novos profissionais, ao contrário do que se pensa. Este é o jornalista que topa tudo e tem iniciativa para buscar matérias”. Para os três oficineiros a iniciativa do repórter é indispensável. É desta forma que se cria mais conteúdos diversificados”. Mendes ainda falou sobre as exigências dos veículos. Para ele, na visão de editor, o que se espera do jornalista é saber fazer matéria. “Eles querem bom texto. É isso que é preciso. Experiência e línguas são o complemento”.

Além disso, eles comentaram sobre as novidades do Correio do Povo, principalmente sobre a integração online. A mudança ainda está sendo estudada, mas é vista, pelos três, como uma boa ferramenta. “Para o correspondente, principalmente, pode ser uma ótima oportunidade, além de dar mais visibilidade para o seu trabalho”, ressaltou Veridiana.

Ao fim da oficina foi proposto aos participantes que escrevessem uma matéria a partir de uma entrevista. O entrevistado foi Paulo Mendes, integrante da oficina. Assim que os estudantes finalizaram suas produções, os jornalistas as analisaram.

 

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org