Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
JORNALISMO
1 de dezembro de 2016

Os limites do jornalismo e os princípios da profissão

Catraca Livre perde audiência após retratar de forma indevida tragédia com delegação da Chapecoense
Por Júlia Bueno
CATRACA01122016-NPDSC_0027

Site perdeu mais de 20 mil seguidores na página do Facebook (Foto: Natalia Pegorer)

O jornalismo foi esquecido e quem ocupou o lugar da profissão foi a busca pela autopromoção. É assim que Fábian Chelkanoff, coordenador e professor do curso de Jornalismo da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS, caracterizou a atitude do site Catraca Livre. A falta de sensibilidade do veículo causou uma revolta nacional na população brasileira e indignou comunicadores. O blog, que se popularizou nos últimos anos por oferecer guias de programas e passeios com preço acessível ou gratuitos pelas cidades, tenta, aos poucos, se transformar em um veículo jornalístico, mas se mostra distante de conseguir. “Eles têm o hábito de tentar buscar informações que todo mundo tem para se beneficiar. Só que a gente não pode esquecer que o benefício deve ser sempre da sociedade”. Com feições fechadas, o professor explica que o jornalismo é sempre bom, desde que feito da forma correta. Abordar assuntos de maneira estúpida e na brincadeira não correspondem aos princípios da profissão, segundo ele.

logo-horizontal-colorido-1Diante do trágico acidente aéreo que matou dezenas de jogadores da Chapecoense, assim como jornalistas e profissionais da aviação, o site, de acordo com o coordenador, não se ateve ao drama dos familiares das vítimas e ultrapassou os limites da profissão. Na manhã de terça-feira (29), a página publicou uma matéria com selfies dos jogadores da equipe catarina dentro do avião, antes de falecerem no acidente. Sobre a iniciativa, Fábian pontua que, quando a pauta condiz a um desastre, não existe a possibilidade de lidar de uma forma descontraída com o fato, além de não ser viável relativizar o acontecimento. “É extremamente necessário ter a sensibilidade suficiente para entender a dor do outro, ser empático”, alerta. Quanto a explicação dada pelo editor do portal, o professor acredita que não foi feita da maneira com que deveria. “O pedido de desculpas é necessário, desde que seja feito com sinceridade e objetividade, o que não aconteceu”, reprova.

“Eles tentaram justificar o injustificável”, diz Fábian Chelkanoff

 

Se pudesse aconselhar os estudantes de comunicação e, principalmente, os futuros jornalistas, Fábian diria para não compactuarem com esse tipo de posicionamento. Devido ao uso massivo das redes sociais, o coordenador lamenta o fato das pessoas não avaliarem o que repassam aos outros e destaca que é fundamental entender o que uma matéria significa. “Antes de pensar eu compartilho. Isso não pode acontecer”, critica.

 

A repercussão

 

A palavra “Catraca Livre” esteve nos Trending Topics do Twitter com menções negativas ao site, apenas. No Facebook, a página oficial perdeu mais de 20 mil seguidores. A equipe do Catraca, porém, insiste na postura e diz que considera a postagem relevante jornalisticamente. Os editores tentam argumentar que o objetivo era abordar a tragédia sob um ponto de vista diferente, além de mostrar que o avião é o meio mais seguro de transporte. “Precisamos não apenas lamentar, mas informar”, finalizaram na nota. Internautas acusam a página de ganância, por querer utilizar um acidente como forma de caçar cliques, e se unem para diminuir a visibilidade do site.

 

Captura de Tela 2016-12-01 às 16.03.09

Captura de Tela 2016-12-01 às 16.05.06

 

Desde a postagem no portal, o site vem perdendo números de acesso.

 

Captura de Tela 2016-12-01 às 16.36.57

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org