Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
PÓS-GRADUAÇÃO
17 de setembro de 2014

Palestrantes exaltam parcerias entre universidades

Último dia do seminário começou com Philippe Joron, Esnel José Fagundes e Miriam Rossini
Por Rafael Timm
Mesa formada por professores da PUCRS, da UFRGS, da UPV(Montpellier) e da UFMA no Seminário 20 anos PPGCOM Famecos/PUCRS. Foto: Helena Rocha/Famecos/PUCRS

Mesa formada por professores da PUCRS, da UFRGS, da UPV(Montpellier) e da UFMA no Seminário 20 anos PPGCOM Famecos/PUCRS. Foto: Helena Rocha/Famecos/PUCRS

O último dia do Seminário Cooperação e Internacionalização em Comunicação, comemorativo aos 20 anos do Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da PUCRS, teve sua primeira mesa formada por Philippe Joron (Universidade Paris V/Montpellier), o professor da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) Carlos Gerbase, Esnel José Fagundes (Universidade Federal do Maranhão) e Miriam Rossini (UFRGS). Os conferencistas ratificaram a importância da parceria entre as universidades para melhor qualificação dos programas de pós-graduação, desde que preservando a identidade de cada instituição. Joron discursou sobre as questões epistemológicas da comunicação e a sociologia.

A palestra iniciou com Esnel José Fagundes apresentando dados sobre o Projeto Dinter, que consiste em um convênio na área da pós-graduação em Comunicação entre a UFMA e a PUCRS para formação de doutores. O projeto, de quatro anos, conta com a participação dos professores da PUCRS, que ministram aulas na universidade parceira. A prioridade é para professores da UFMA. “Na universidade do Maranhão, temos 14 professores doutores. O Dinter possibilitará a qualificação de mais 15 docentes”, comentou Fagundes. Durante os dois anos de projeto, houve a publicação de um livro e mais dois estão em fase final de preparação, além de uma obra que será realizada sobre o seminário que está ocorrendo em São Luís. Foram produzidos 155 artigos – 60 deles foram publicados. Para Fagundes, o tempo determinado para realização do doutorado incentiva os alunos a cobrirem todas as etapas. “A oportunidade de troca acadêmica, cultural e a pluraridade temática das pesquisas são os pontos fortes”, afirmou.

O segundo membro da mesa a falar foi a coordenadora do PPGCOM da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Miriam Rossini. Formada na Famecos, ela lembrou de momentos na faculdade e saudou alguns professores. Miriam refletiu sobre as políticas de convênios e os modelos de internacionalização. “A aproximação dos cursos contribui para uma formação de modo colaborativo que reforça a pós-graduação do Sul do Brasil”, avaliou. Ela comentou sobre a importância de questionar os modelos impostos pelas diretrizes governamentais. “Devemos romper com esses modelos. Só quem pode dizer quais os programas de internacionalização e intercâmbio são melhores é a própria universidade”, criticou. Miriam acrescentou que os programas devem defender o direito de serem diferentes.

A primeira palestra do dia encerrou com a participação do francês e doutor em sociologia da UPV/Montpellier Philippe Joron. O sociólogo começou lembrando do início de suas relações com a PUCRS que contaram com a ajuda do professor da Famecos Juremir Machado da Silva. Logo após, parabenizou pelos 20 anos do PPGCOM. “Ontem, fui a um restaurante pouco conhecido da cidade, o Barranco, e vi um cartaz de publicidade, em que uma cervejaria parabenizava o estabelecimento e agradecia por fazer parte dessa história. Então, utilizarei essa frase para afirmar que a UPV tem orgulho de fazer parte do PPGCOM da PUCRS”, celebrou Joron.

O tema do seu discurso foi o que poderia ser comunicação e o que seria sociologia. Citou a diferença da sociologia explicativa, que seria mais característica de Émile Durkheim, e da sociologia compreensiva, que estuda o interesse pelo imaginário e o cotidiano, que podem interessar a área da comunicação social. “O paradigma do cotidiano é importante tanto para a comunicação quanto para a sociologia”, analisou. Joron utilizou os pensamentos filosóficos de Georges Bataille, como a ciência da Heterologia, para demonstrar que a mídia cada vez mais utiliza os elementos heterogêneos para favorecer a interação humana. Além de relacionar a problemática da fascinação e repulsão, para explicar porque o telejornalismo policial apropria-se de elementos heterogêneos, como perseguições, derramamento de sangue e briga de casais, que são elementos de repulsão. “Apesar disso, eles geram fascinação”, analisa.

Confira como foi a palestra de encerramento do seminário. Para mais imagens do evento, acesse o flickr do Eu Sou Famecos.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org