Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
ABRE ASPAS
24 de abril de 2013

Personagens dão vida às histórias de Caio Cavechini

Evento inaugurou o projeto Abre Aspas
Por Carolina Fortes
Abre Aspas Caio Cavechini

Caio Cavechini ministrou palestra e oficina aos alunos da Famecos (Foto: Cassiana Martins)

A primeira edição do projeto Abre Aspas aconteceu na noite desta terça-feira (23), com a palestra A reportagem e o documentário: um registro documental e as novas linguagens de TV, ministrada pelo jornalista e documentarista Caio Cavechini, editor do Profissão Repórter, da Globo. Na manhã desta quarta-feira (24), foi oferecida aos alunos da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) uma oficina em que o repórter aprofundou o conteúdo da palestra da noite anterior, discutindo também sobre documentários e sua intersecção com a reportagem de TV.

A palestra, ocorrida no auditório da Famecos, contou com a exibição de dois documentários, uma produção independente de Cavechini e outro feito para o Profissão Repórter. O jornalista também conversou com os estudantes sobre a produção dos mesmos, o mercado de trabalho e a função de editor.

Sobre o jornalismo, Cavechini disse que procura transitar entre dois mundos, o da Globo, que é uma empresa grande, e o de produtor independente. Em seu repertório, tem curtas como A Casa da Vó Neyde, exibido na noite desta terça-feira. O documentário fala de uma experiência bastante pessoal: o envolvimento do tio do jovem, Mauro, com o crack. “Achei que a história seria uma forma da minha avó enfrentar o problema, já que compartilhar é uma forma de lidar com ele”, revelou. Além disso, o repórter contou que sempre busca uma narrativa que tenha algo a mais. “O que me fascina no jornalismo é falar sobre coisas que estão ao nosso redor. Se a história for boa, pode iluminar muitas outras.”

Além de exibir o documentário, Cavechini abordou bastante a sua aproximação com o formato. O repórter contou que a identificação vem do interesse em dar voz e espaço para as pessoas. Ele disse, ainda, que a produção de documentários é uma possível saída para os jornalistas, reforçando que as faculdades deveriam começar a preparar os alunos para a produção deste tipo de material. “Eu gosto muito porque dá para explorar uma infinidade de formatos e possibilidades. Costumo fazê-los para suscitar perguntas, não para dar respostas”.

Na oficina, Cavechini exibiu o documentário The Cove, do americano Louie Psihoyo. Fez uma ligação entre o longa e o Profissão Repórter, assinalando as questões essenciais do programa. “Nós buscamos sempre três elementos: tempo para assimilar a situação, acesso e, principalmente, paixão”.

Abre Aspas é um projeto da Famecos, em parceria com a Student Travel Bureau, que tem como objetivo trazer referências do mercado para promover discussões e oferecer a aproximação dos alunos com o mercado de trabalho. Assim como sugere o nome do evento, o palestrante é convidado a concluir a sua participação com uma frase.  “Estejam abertos a se surpreender”, finalizou Cavechini.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org