Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
JORNALISMO
22 de agosto de 2014

Presidente do Sindjors debate com alunos da Famecos

Conversa de Milton Simas Jr. com estudantes de Jornalismo ocorreu na Arena
Por Jhonathan Rath
Milton Simas Jr. (Foto: Helena Rocha)

Milton Simas Jr. (Foto: Helena Rocha)

O Centro Arlindo Pasqualini (CAAP) da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS organizou nessa quinta-feira (21) um debate com o presidente do Sindicato de Jornalistas do Rio Grande do Sul (Sindjors), Milton Simas Jr. O evento abordou a representatividade do sindicato, a demissão de 130 pessoas – 40 delas jornalistas –  pelo Grupo RBS, o restabelecimento da obrigatoriedade do diploma do Jornalismo e o futuro da profissão. O encontro começou às 19h50min, na sala Arena, da Famecos.

O Sindjors é uma organização que representa, não apenas fisicamente, mas simbolicamente, a categoria dos jornalistas. Ele atua no Estado, junto a Empresas da Comunicação, universidades, rádios comunitárias, Organizações Não Governamentais (ONGs) e outras entidades de classe. A sua estrutura é dividida em quatro setores: Executivo, Geral, Conselho de Ética e Conselho Fiscal. Além desses setores, existem cinco núcleos que auxiliam as atividades jornalísticas em diferentes áreas: Núcleo de Assessoria de Comunicação, Núcleo de Imagem, Núcleo de Ecojornalistas RS, Núcleo de Jornalistas Afrobrasileiros e Núcleo de Estudantes de Jornalismo.

De acordo com o presidente do Sindjors, Milton Simas Jr., a falta de coesão dos jornalistas à causa é devido a uma tendência ao individualismo. “Alguns colegas se acham poderosos, simplesmente, porque transitam em áreas que são reconhecidas pelas pessoas, como a política, e em ambientes que são marca de celebridades, como o Festival de Cinema de Gramado. Isso gera uma ideia equivocada de que ele é autossuficiente, que os outros colegas não são importantes”, comentou. Para Simas, a realidade mudou levemente após a queda do diploma para o Curso de Jornalismo. “Foi uma forma de acordar a categoria. Afinal, atualmente, temos somente 600 jornalistas sindicalizados em todo o Rio Grande do Sul. Isso trouxe maior consciência para os profissionais de que a representação sindical é importante”, analisou.

Quanto ao futuro da profissão, o presidente reconheceu o valor da convergência midiática como uma maneira de trazer maior qualidade para o conteúdo jornalístico produzido. “O que vai imperar, dentro de todas essas mídias, é o jornalismo de conteúdo, ou seja, aquele que é cada vez mais preciso e ético. E isso é atingido através do ensino que as universidades oferecem”, ponderou. O professor Élson Sempé, que integra a diretoria geral do Sindjors, declarou que é imprescindível ter a consciência política de que o sindicato está presente para todos os profissionais. “Essa consciência vem desde o primeiro momento que entramos em contato com o mercado. Muitas vezes, a exploração que sofremos tem origem no nosso próprio trabalho. Nós somos a não vaga”, explicou.

Outro assunto que não passou despercebido pelos participantes do debate foi a demissão de 40 jornalistas pelo Grupo RBS, que aconteceu no último dia 4 de agosto. “As demissões não foram concentradas apenas na Capital. Elas ocorreram em todos os locais que a empresa atua”, afirmou Simas. Segundo o presidente, se o objetivo era reformular as diretrizes da instituição, o ideal seria reposicionar os profissionais, e não despedi-los. Por último, o estudante Caio Venâncio, integrante do CAAP e um dos organizadores do debate, questionou o presidente sobre as acusações de Carlos Latuff, feitas em 19 de agosto, no debate sobre a Democratização da Comunicação, no auditório da Famecos. Latuff teria dito que o sindicato era conivente com as ações da Polícia Militar nos protestos de junho do ano passado. “Na verdade, o que houve foi um grande mal entendido. O Sindicato promoveu, em parceria com a PM, um curso sobre segurança no trabalho. Era um incentivo a todos os colegas para que eles tomem atitudes prudentes”, esclareceu.

Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org