Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
25º SET UNIVERSITÁRIO
17 de agosto de 2012

Saulo Ribas e sua farofa infantil

Por Eduardo Deconto
(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O crescimento do mercado de entretenimento brasileiro  deixou uma lacuna: existem poucos produtos para a diversão das crianças no mundo digital. Atento a esse cenário, o designer Saulo Ribas fundou, em parceria com o colega de profissão Marco Rossi, a Farofa Studios, que desenvolve aplicativos voltados ao público infantil para tablets e smartphones. Ele é presença confirmada como um dos palestrantes no 25º SET Universitário.

Apaixonado pelo design editorial, Ribas ingressou no mercado em 1995, quando participou do curso da Editora Abril para Jornalismo. “Sempre fui um consumidor de mídia, e o curso abriu bastante a minha cabeça. Passei uma temporada como designer na editora e, como na época as universidades estavam pouco preparadas para o Design Editorial, acabei desistindo da faculdade”, relata.

Após passar onze anos na Abril, o designer transferiu-se para a Editora Globo, onde assumiu o posto de diretor de criação. O novo cargo trouxe a possibilidade de trabalhar em novos projetos gráficos e de contribuir com publicações de diferentes segmentos, como a Marie Claire, voltada para moda, e a Auto Esporte, sobre automobilismo. “Pude visualizar com mais clareza o negócio. O Design é uma ferramenta muito boa para ajudar jornalistas e leitores a entender o propósito editorial”, salienta Ribas.

A maior liberdade de atuação propiciada pelo cargo e a proposta editorial da empresa para crescer no mercado digital permitiram que o designer entrasse no mundo de entretenimento infantil, com a criação do Mundo do Sítio, um espaço virtual com games e atividades voltadas para as crianças na internet. “O jogo é fascinante. Nunca vivi um processo de criação tão verdadeiramente multidisciplinar. Alia artistas, designers, roteiristas e programadores”, destaca o profissional.

Segundo ele, a produção de um game exige um período mais longo de planejamento. O jogo pode surgir de uma simples ideia, mas passa por diversas etapas de acabamento, desde sua criação artística até a programação, que trata da lógica de desenvolvimento do projeto. Ainda antes de se tornar disponível ao público, o aplicativo passa por testes de usabilidade, para seu aperfeiçoamento.

Atento ao mercado, Ribas resolveu transformar essa paixão pela produção de games em um negócio: a Farofa Studios, fundada em 2011, em São Paulo. O estúdio desenvolve projetos autorais, como livros digitais e games para a diversão das crianças, e aplicativos para empresas. “Acreditamos que falta entretenimento brasileiro para o público infantil, e é nesta linha que estamos abrindo o caminho”, afirma. No SET, o designer pretende apresentar o primeiro game da empresa.

Ribas vem ao evento para contar sobre sua carreira como designer e sobre a relação entre Comunicação e a produção de games. “O contato entre estudantes e profissionais é muito legal. Mas destaco algo diferente: as profissões mudam muito rapidamente. É preciso atenção aos fundamentos, não às rotinas”, conclui o designer.

Tag(s) da matéria: , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org