Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
FILHOS DA FAMECOS
23 de novembro de 2015

“Seja os olhos, a boca e os ouvidos de quem está em casa”

Paloma Poeta seguiu os passos de sua irmã Patrícia e se graduou em Jornalismo em 2013
Por Nicolle Timm
Paloma Poeta visitou a Famecos em agosto para contar sobre seus tempos de estudante universitária (Foto: Letícia Monteiro)

Paloma Poeta visitou a Famecos em agosto para contar sobre seus tempos de estudante universitária (Foto: Letícia Monteiro)

Com um suspiro e um olhar de admiração para o pátio e o saguão da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da PUCRS, Paloma Poeta conta sobre os momentos que viveu enquanto aluna. “Muita coisa boa, dá saudade”, desabafa. A jornalista de 23 anos ingressou em 2009 e recebeu o diploma em 2013, entregue pelas mãos de sua irmã, Patrícia Poeta, também graduada em Jornalismo pela Famecos.

A família de Paloma é dividida entre advogados e jornalistas. Seu gosto por escrever e ler só reafirmou a escolha da profissão. “Para mim, presente era livro, não boneca. Eu sabia que ia fazer algo relacionado a isso”. Foi em 2006, quando acompanhou Patrícia numa cobertura da Copa do Mundo que teve certeza sobre o que desejava para o futuro. “Eu vi que ela contava histórias e eu gostei muito disso”.

Entrou na Faculdade confiante de que atuaria no jornalismo impresso. Trabalhou na assessoria de imprensa do Sindicato das Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional (SECRASO-RS) e em Zero Hora, onde era estudante contratada e desempenhava a função de assistente de conteúdo.

Quando surgiu o convite para participar como produtora nos programas TVCOM 20h, TVCOM Tudo Mais e Jornal TVCOM, Paloma não pensou duas vezes. “Fui achando que não ia gostar, mas era a oportunidade de aproveitar para conhecer e aprender coisas novas”. Era para durar em torno de um mês, mas a experiência acabou revelando uma paixão. “A TV é algo que vicia, que apaixona. Nunca mais quis sair”. O que Paloma mais gosta no jornalismo é a parte da comunidade, de sair para a rua e mostrar a realidade.

Apesar de se lembrar de todos os docentes com carinho, ela destaca sua orientadora de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Cristiane Finger, Marques Leonam, João Brito de Almeida, Fábian Chelkanoff e Marco Antônio Villalobos. “Os professores são muito bons. São aulas que nos fazem ficar por eles, pessoas experientes e que têm muito para passar”. Seu TCC abordou a importância da pergunta na entrevista, com um estudo de caso sobre a Marília Gabriela, e obteve nota máxima. “A Cristiane era muito exigente, mas a melhor orientadora que eu pude ter”. Para Paloma, o Brito era um “paizão” e disse, quase prevendo, que ela trabalharia em telejornalismo. As aulas práticas nas salas dos Imac’s e nos estúdios de rádio e TV foram as que mais marcaram sua trajetória na Famecos, além das matérias externas. “Lembro das aulas, de gravar boletim na Faculdade, com as pernas tremendo, tendo que decorar texto e com muita gente em volta. Até hoje, quando fico nervosa, lembro da primeira vez gravando no saguão com todos olhando”.

Paloma e Patrícia aproveitam para conversar sobre a profissão que optaram. Quando Paloma estava na Famecos, falavam sobre alguns professores que tiveram em comum e que marcaram as duas. Depois que escolheu o telejornalismo, elas passaram a observar seus trabalhos. “Minha irmã dá dicas, mas quando eu peço. Somos muito críticas uma com a outra”. A previsão do professor Brito quanto à área em que ela atuaria se concretizou em janeiro de 2014, quando a jornalista ingressou como repórter na Band RS. Lá, permaneceu durante um ano e três meses. No segundo semestre de 2015 passou a trabalhar na TV Record RS.

Paloma guarda várias lições de sua vida acadêmica. Uma delas surgiu no discurso do professor Fábian Chelkanoff para outra turma de formandos. “É uma frase do Fábian que gosto muito e me aproprio dela. ‘Vai lá e seja os olhos, a boca e os ouvidos de quem está em casa’. Sempre penso, quando estou fazendo uma matéria, no que o telespectador gostaria de saber”. A jornalista acredita que não existe outra Faculdade que forme profissionais tão completos. A prática foi seu maior ganho profissional na Famecos, que a preparou para o mercado de trabalho. Planos para o futuro, Paloma tem vários. “Tenho vontade de viajar para estudar. Quem sabe voltar a ser aluna da Famecos numa pós-graduação”.

**A próxima reportagem da série Filhos da Famecos será publicada na sexta-feira (27). O entrevistado é Rodrigo Adams. Ele é comunicador da Rádio Atlântida e integra a bancada do ATL GRENAL.

Tag(s) da matéria: , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org