Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
FILHOS DA FAMECOS
3 de abril de 2017

“Senti que estava no lugar certo”

Repórter da Zero Hora, Juliana Bublitz integrou a turma de diplomados do curso de jornalismo em 2001
Por Bianca Gross
Juliana ingressou na Faculdade em 1997 (Foto: Genaro Joner/ZH)

Juliana ingressou na Faculdade em 1997 (Foto: Genaro Joner/ZH)

Ela é doutora em História Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui graduação em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo pela PUCRS, é Mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Santa Cruz do Sul e é especializada em História do Brasil. Juliana Bublitz é isso e muito mais.

No auge dos seus 18 anos, a jornalista deixou a calmaria de Santa Cruz para estudar no agito de Porto Alegre. Em junho de 1997, a carreira da comunicadora – classificada em primeiro lugar no vestibular de inverno da PUCRS – começou a ser trilhada na Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da Universidade. A opção, motivada pela boa reputação, se tornou uma espécie de lar para a jovem menina do interior.

Logo que entrou no colorido hall de entrada do prédio 7, as impressões da acadêmica já foram positivas, pois assim que chegou pôde perceber o ambiente acolhedor da Faculdade. “Senti que estava no lugar certo”, garante.

 

Período de graduação: 

 

De 1997 a 2001, período de graduação, Juliana destaca a qualidade do curso e a importância de ter sido aluna de profissionais bem posicionados no mercado de trabalho. Marques Leonam é um deles. O professor, hoje aposentado, foi uma das grandes referências da famequiana. Lecionando a cadeira de Redação Jornalística – disciplina favorita da comunicadora –, o professor fez toda a diferença na trajetória acadêmica de Juliana. “Só de ter sido aluna do Leonam já valeu toda minha faculdade”, afirma. Do corpo docente, a jornalista também destaca o professor Francisco Rüdiguer, seu orientador no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O bar, onde os estudantes passavam os intervalos entre as aulas, o laboratório de informática e o estúdio de rádio eram os ambientes preferidos da então universitária. Aos futuros comunicadores, a jornalista aconselha que tenham persistência e não acreditem que a profissão vai acabar. Do prédio 7, Juliana afirma que as recordações são muitas, mas o sentimento de gratidão se destaca ao lembrar que a Famecos foi o lugar que a jornalista aprendeu a gostar do que faz até hoje. “A Famecos é o início de tudo”, garante.

 

Trajetória profissional:

 

O desejo de trabalhar no jornal impresso se consolidou logo no início da vida acadêmica. Em junho de 1999, no 4˚ semestre da Faculdade, a acadêmica ingressou no Jornal Zero Hora (ZH), como auxiliar de redação. Em agosto de 2001, quando recebeu o diploma, já trabalhava como repórter do impresso. No mesmo ano, a jornalista voltou a sua cidade natal como Correspondente da Zero Hora e, três anos depois, retornou à capital gaúcha para atuar na editoria de notícias do Jornal, veículo que integra até hoje. 

Em 15 anos de experiência, Juliana contabiliza 12 prêmios em sua bagagem profissional. A jornalista conquistou em 2009 e 2010 os prêmios da Associação Riograndense de Imprensa (ARI) de melhor reportagem impressa – categoria Geral. Foi duas vezes finalista do Prêmio Esso (categoria reportagem impressa – regional Sul; em 2010 e 2014) e, entre outras premiações, também foi ganhadora dos concursos do Ministério Público Estadual (2010 – primeiro lugar) e Direitos Humanos (2010 – terceiro lugar). Em 2012, ganhou o Prêmio RBS de Jornalismo e Entretenimento pela cobertura sobre a Lei de Acesso à Informação, e, em 2013, foi eleita Jornalista do Ano no jornal Zero Hora. Um ano depois, conquistou o segundo lugar no Prêmio ARI de Reportagem Geral com o caderno especial Casacas do Golpe, sobre os 50 anos do golpe militar no Brasil. Em 2015, recebeu o Prêmio RBS de Jornalismo e Entretenimento pela cobertura da crise nas finanças do Estado do Rio Grande do Sul e o segundo lugar no 2º Prêmio TCE-RS de Jornalismo, com a reportagem Uma longa espera. No ano seguinte, obteve a segunda colocação na categoria reportagem econômica com a reportagem À espera de um milagre: como a crise chegou aos municípios gaúchos.

 

Tag(s) da matéria: , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org