Logo PUCRS PUCRS Universidade PUCRS Administração PUCRS Unidades PUCRS Graduação PUCRS Pós-graduação PUCRS Extensão PUCRS Biblioteca PUCRS Vestibular
FAMECOS
23 de dezembro de 2020

Setor da universidade auxilia comunidade acadêmica durante a pandemia

Setor da universidade auxilia comunidade acadêmica durante a pandemia Núcleo de Apoio Psicossocial está disponível por telefone
Por Fernanda Seixas Torres

Não é novidade que a pandemia de Covid-19 afetou a vida da população de diversas maneiras. Para entender como estão os estudantes da Escola de Comunicação, Artes e Design – Famecos, fizemos uma enquete nas redes sociais @eusoufamecos e os estudantes manifestaram preocupação, mas também disposição em encontrar maneiras de manter corpo e mente sãos neste momento complexo. E a comunidade acadêmica esteve empenhada em ajudar durante todo o ano. A PUCRS possui um centro de apoio discente, o Núcleo de Atenção Psicossocial – antigo Centro de Atenção Psicossocial (CAP). O setor, que desde 2006 já fez mais de 20.000 atendimentos, é um espaço de acolhimento, apoio, acompanhamento e encaminhamento, quando necessário, para alunos e professores do campus, além de contar com ações de prevenção e promoção da saúde nas Escolas Universitárias. Devido à pandemia, o serviço tornou-se remoto, via telefone. A universidade também oferece encontros virtuais, um site com informações, matérias na Revista PUCRS acerca do tema, assessorias, eventos, palestras e encontros com professores e gestores.

A pandemia modificou hábitos em nossa rotina que costumam ajudar em nossa saúde mental, tal como a socialização. O isolamento social, uma das características que vieram junto ao coronavírus, fez com que a comunidade acadêmica precisasse se adaptar ao home office. Considerando o desafio atual, os alunos relataram sofrer de ansiedade, falta de concentração, depressão e incerteza. Muitos tentam procurar alternativas de melhora, praticando atividades físicas, meditando, descobrindo um novo passatempo (cozinhando, lendo, desenhando, etc), ou até se redescobrindo ao retomar um hábito antigo.

Ilton Teitelbaum, coordenador do Núcleo de Pesquisa da Famecos, que realiza estudos sobre o comportamento dos jovens entre 18 e 34 anos, relatou que a pandemia tem efeitos diferentes entre as gerações. Os idosos sentem-se melancólicos, pois tem a sensação de que lhes tiraram o tempo. Por outro lado, os mais jovens estão mais ansiosos. Teitelbaum avalia que a pandemia interrompeu o plano de muitos que estão entrando na vida adulta, dificultando a entrada ou permanência no mercado de trabalho, que é exatamente o que os jovens precisam nesta fase. Com isso, a juventude fica mais tristes, impaciente e não acredita que o novo normal será marcado por uma humanidade melhor.

Carla Villwock, Psicóloga do Núcleo de Apoio Psicossocial da PUCRS

A psicóloga do Núcleo de Apoio Psicossocial Carla Villwock falou sobre sintomas comuns relacionados à saúde mental neste período: “As pessoas reagem e sentem a situação de forma diferente. Algumas têm reações leves, outras têm mais extremas, e isto depende de vários fatores, além dos relacionados à pandemia, também depende de como cada pessoa vivenciou situações semelhantes, da cultura, da idade e de seu estado de saúde física e mental. Inúmeros estudos têm elencado uma série de reações, incluindo sintomas, que são comuns neste momento de pandemia”. Carla apontou algumas reações psicológicas que foram sentidas por muitos, como tristeza, solidão, ansiedade, medo, frustração, agitação, excesso de preocupações, alterações do sono, culpa e vergonha, confusão, desorientação, sentimentos de incapacidade e até sintomas físicos, como tremores, dor de cabeça e cansaço.

A psicóloga acredita que haja diversas formas de minimizar esses efeitos. “Buscar informações adequadas e de órgãos oficiais sobre o isolamento e a COVID-19, não deixar de fazer tratamentos já em andamento, buscar manter uma rotina de estudos e trabalho, manter contato com familiares, amigos e pessoas de confiança através de meio digitais, continuar o processo de aprendizagem através de aulas e cursos online, praticar exercícios físicos nos protocolos de distanciamento, proporcionar-se momentos de lazer, e observar seu estado emocional, entendendo que todos estão passando pela mesma crise, mas que as pessoas reagem de formas diferentes” foram algumas das indicações. Carla também alerta para a necessidade de ficar atento e procurar ajuda extra quando necessário. Os colegas, professores e técnicos-administrativos da PUCRS podem ser grandes aliados. Além disso, o Núcleo de Apoio Psicossocial da PUCRS, citado no início desta matéria, oferece aos estudantes amparo profissional para esses momentos. Para mais informações sobre o Núcleo de Apoio Psicossocial entre em contato: apoio.psicossocial@pucrs.br ou pelos telefones 51983346418 e 51983003778.

Tag(s) da matéria: , .
Eu Sou Famecos no Facebook Eu Sou Famecos no Flickr Eu Sou Famecos no Issuu Eu Sou Famecos no Mixcloud Eu Sou Famecos no Scribd Eu Sou Famecos no Twitter Eu Sou Famecos no Ustream Eu Sou Famecos no YouTube RSS do portal Eu Sou Famecos
Marista, Famecos, Espaço Experiência e PUCRS Site Famecos Site Eu Sou Famecos Site PUCRS
Faculdade de Comunicação Social - Famecos/PUCRS
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106 - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br
Desenvolvido por Espaço Experiência Wordpress.org